Nukutepipi: ilha no Pacífico comprada por Guy Laliberté

Fundador do Cirque du Soleil, o bilionário Guy Laliberté passou dez anos em busca do pedaço de paraíso ideal para investir uma parte de sua fortuna e fez inúmeras viagens pelo Pacífico até encontrar uma ilha praticamente intocada na Polinésia Francesa. Em 2007, ele comprou Nukutepipi e começou a transformá-la em seu refúgio particular, em um trabalho que levou mais de dez anos para finalizar. A espera valeu a pena e, se você é milionário, pode ir até lá ver com os próprios olhos, já que o empresário transformou a ilha em um resort ultraluxuoso. Por US$ 1,1 milhão, um grupo de 52 hóspedes pode se hospedar com todas as regalias durante uma semana. 

A propriedade vem com um exército de 100 funcionários, e é composta por 16 bangalôs e vilas à beira-mar. Laliberté também garantiu que pudesse aproveitar o lugar - mesmo quando alugado - nos intervalos das turnês do grupo e separou uma parte mais isolada de Nuku, como é carinhosamente chamada pelos funcionários, só para a família. Sua vila particular impressiona com seus quase 600 metros quadrados, piscina, cinema, ofurô, cozinha, bar e, como bom colecionador de arte, obras de Damien Hirst.

Visão aérea da propriedade

Por uma estadia com valor de seis dígitos, as vilas e bangalôs oferecem comodidades luxuosas equipadas com tecnologia de última geração e também decoradas com obras de arte.

Na ilha, quem gosta de esportes pode aproveitar a variedade de atividades aquáticas que incluem kite-surf, canoagem, stand-up paddle, vela, pesca de alto mar e observação de baleias. Já quem prefere relaxar na praia pode optar por passeios de bicicleta, observação de pássaros, arco e flecha, tênis, observação de estrelas no observatório da ilha, pilates e ioga, além de tratamentos de spa.

As experiências culinárias também estão na lista de atrativos. Piqueniques e food trucks na floresta se revezam com jantares sofisticados à beira-mar, com menu especial de chefs renomados. 

Interior do resort construído pelo fundador do Cirque du Soleil

Bangalôs à beira-mar

Estadia de uma semana no resort custa US$ 1,1 milhão