Marcio Petrucci aposta na moda atemporal e no design minimalista em suas criações. Foto: divulgação

Com apenas um ano no mercado nacional, a Petrucci, marca de acessórios do gaúcho Marzio Petrucci, está prestes a fazer seu primeiro pit stop internacional, na cidade italiana de Florença, onde desembarca este mês com uma pop. No Brasil, as criações do designer, que é sobrinho de Mara MacDowell, uma das damas da moda brasileira, já ocupa os closets de uma turma de cariocas e paulistas bem-nascidas e podem ser encontradas em boutiques no Copacabana Palace e no Palácio Tangará.

Um mestrado conduziu Petrucci até a Itália, onde hoje é radicado, e lhe rendeu muito material para a sua empreitada. Ele teve a oportunidade de acompanhar a produção de acessórios de labels como Cartier, Salvatore Ferragamo, MiuMiu e Prada, e decidiu beber na mesma fonte: todas as suas peças são confeccionadas pelas mesmas fábricas das gigantes mundiais. Entusiasta do minimalismo, aposta na moda atemporal como fio condutor de seu trabalho. 

"A princípio, a ideia é não trabalhar coleções marcadas, quero que todos os produtos perdurem e sejam revisitados, repaginados através de cores, combinações de materiais e aplicações. Por isso, busco sempre o desenho limpo, minimalista. Quero que a marca perdure, assim como os produtos, além do tempo e dos modismos. Acho que isso é o consumo consciente de verdade. Oferecer algo que dure não só no sentido de qualidade, mas também de estilo", explica Petrucci.

Um bacharelado em Desenho Industrial em Porto Alegre, três anos no departamento de acessórios da Mara Mac e diversos cursos em universidades de destaque na Europa fazem parte do currículo desse jovem de 30 anos, que não deixa de valorizar a escola brasileira em sua produção.  

"O Brasil está sempre presente no processo criativo, muito do meu background de trabalho como designer se deu aqui. Nosso design é jovem, é lindo", comemora.       

Coleção da Petrucci. Foto: divulgação

Peça da coleção da Petrucci. Foto: divulgação

Peça da coleção da Petrucci. Foto: divulgação