Mulheres do povo yawanawa e FARM criam coleção em parceria

Sexta-feira 18 Setembro 2020 / Moda

FARM - yawanawa (Foto: Divulgação)

Há três anos, nasceu a primeira coleção da FARM com as mulheres do povo yawanawa. A marca, desde a sua primeira viagem ao Rio Gregório, no Acre – Amazônia, tem seguido em constante parceria com as artesãs das aldeias. Juntas, acabam de lançar mais uma que já está no site e nas lojas.

“A FARM apareceu na vida das mulheres yawanawa no momento certo. É por isso que dá certo. Todas as parcerias que tem vindo de encontro aos yawanawa têm trazido resultados muito positivos. A alma do negócio tem que beneficiar as pessoas e o meio-ambiente. E isso tem sido feito de forma muito bonita. Cada pessoa que compra uma peça está contribuindo para um mundo melhor e está fazendo a parte dela. Contribuindo para um negócio sustentável. Cada agulha que entra numa miçanga vai com uma oração, um mantra... mágico”, diz Tashka yawanawa, da liderança política do povo yawanawa.

Em uma cartela de cor baseada no rosa com estampas de folhagem e elementos da natureza, a FARM aproveita o lançamento da coleção pra reafirmar alguns feitos que a as parcerias com as mulheres artesãs prioriza, como apoio ao trabalho artesanal, apoio ao festival cultural yawanawa, o mariri, e instalação de internet nas aldeias, a pedido do povo yawanawa.

“Agradeço a FARM por esta parceria poderosa, que empodera as mulheres yawanawa. A chegada da internet às aldeias é uma revolução. Ver as mulheres felizes trabalhando, é muito bom”, comenta Laura yawanawa.

A parceria acontece lado a lado: do processo criação à precificação conjunta do trabalho feito. As estampas são criadas com base na criação artística e dos elementos adotados pelas mulheres artesãs – tudo aprovado por elas. Assim, lado a lado, o resultado vai ganhando a cara de todo mundo. Como contrapartida, o apoio financeiro gerado com a parceria já beneficiou a formação de jovens yawanawa em administração e contabilidade, além de compra e doação de barco para a rautihu yawanawa. A doação de roupas e Pantys (marca parceira de calcinhas absorventes reutilizáveis) para as aldeias yawanawa é também uma das entregas da FARM.

FARM - yawanawa (Foto: Divulgação)

Leia: Super Mario Bros chega aos 35 anos com itens comemorativos exclusivos

Por: REDAÇÃO DELOOX

Análise cromática: conheça a técnica e identifique quais são as suas cores

Quarta-feira 26 Agosto 2020 / Moda

Sandra Tollentino - Consultora de Moda e Estilo (Foto: Divulgação)

O seu visual é a sua marca registrada. Já parou pra pensar se você realmente consegue mostrar a própria personalidade através dos looks que escolhe? Graças a uma técnica de análise cromática, ficou mais fácil criar combinações de acordo com o estilo de vida de cada um. 

O primeiro estudo foi realizado pelo artista e professor da escola Bauhaus Johannes Itten, ao perceber a frequência em que as pessoas escolhiam as suas cores complementares. Mas, foi em 1981 que a teoria se tornou popular através do livro “Color Me Beautiful”, escrito por Carole Jackson. No Brasil, a obra ganhou o nome de "Método Sazonal".

Quer saber tudo sobre esse universo? Então, veja o que a consultora de estilo Sandra Tollentino nos contou sobre o tema.

Como é feita a avaliação?

Durante a avaliação, observamos o efeito da cor no tom de pele, dos olhos e do cabelo. Escolhemos as cores que mais realçam e que tenham as mesmas qualidades da coloração pessoal da cliente. As melhores cores irão iluminar o rosto, suavizar a textura e equilibrar os traços. A diferença pode ser percebida durante as etapas. Se forem feitas escolhas diferentes do colorido pessoal, a aparência ficará mais cansada e pálida.

Após descobrir a cartela de cores, as pessoas devem apostar somente nesta seleção quando for se vestir?

Saber sua cartela de cores não é um processo limitador, pelo contrário, vai expandir sua percepção daquilo que melhor funciona para você, tornando suas escolhas e compras mais assertivas. É mais do que apenas descobrir suas cores “certas” e sim sobre autoconhecimento e autoestima.

A técnica poderá identificar que o seu colorido é condizente com uma das doze variações do Método Sazonal Expandido. No meu caso, por exemplo, a cartela é Outono Quente. O que predomina na minha coloração é a temperatura, então, o que funciona melhor pra mim são as cores quentes como vermelho, laranja e etc. As variações para outono seriam Suave ou Outono Escuro.

E como saber se a combinação de cores da cartela personalizada vai funcionar no look?

Após a análise, a cliente recebe todas as orientações necessárias sobre sua cartela de cores, assim como coordená-las entre si, os melhores tons para acessórios e sugestões sobre o tom de cabelo, caso a cliente faça alguma coloração. É um trabalho extremamente individualizado e personalizado.

Vale lembrar que a análise cromática é um serviço que faz parte do processo da consultoria de imagem. Poderá ser contratado individualmente ou pelo pacote que contempla identificação do estilo pessoal, análise cromática, avaliação do closet, personal shopping e produção de looks.

Você acredita que esta análise possa ir além do "ser fashion" e contribuir no estilo de vida das pessoas? De que forma?

Ter uma imagem condizente com sua personalidade, vivências e individualidade é extremamente importante para o seu posicionamento pessoal e profissional, assim como para a forma de se comunicar. Já parou pra pensar como você está se comunicando? Sua imagem está coerente com o que deseja passar? As pessoas formam uma primeira impressão em relação às outras em apenas 15 segundos, em uma escala de importância. De acordo com os especialistas, 55% dessa percepção está ligada à comunicação visual e apenas 7% à comunicação verbal.

Faça a sua análise cromática

As combinações complementares acontecem quando utilizamos as cores que ficam opostas no círculo cromático e transmitem uma mensagem de informalidade e criatividade. Agora que você já sabe como tudo funciona, vamos de #printcolors.

Tire um print do círculo cromático abaixo e veja quais combinações vão sair para você.  

Agora, veja quais são as mensagens universais que cada combinação de cores transmite.

Rosa – Cor universal do amor. Personalidade quieta e refinada.

Verde – Personalidade amigável. Pessoas responsáveis e leais.

Vermelho – Personalidade ativa, corajosa. Cor preferida de quem é extrovertida e impulsiva.

Laranja - Personalidade sociável, divertida. Pessoas que gostam de organizar e participar de enventos.

Azul - Personalidade comunicativa, racional e inspiradora. Pessoas dedicadas a altos ideais.

Amarelo - Personalidade criativa, extrovertida e alegre. Cor associada ao intelecto.

Marinho – Personalidade tradicional e conservadora. Pessoas concentradas no que fazem.

Violeta - Personalidade incomum e exótica. Pessoas que têm consciência forte de si e do seu rumo na vida.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Marca holandesa apresenta coleção de tênis veganos

Terça-feira 28 Julho 2020 / Moda

W3RD Wine Pack (Foto: Reprodução)

Já ouviu falar em tênis vegano? É isso mesmo, você não leu errado. Uma empresa holandesa acaba de anunciar seus três novos tênis feitos de "couro de vinho", que serão lançados ainda este ano.

A novidade é fruto de parceria entre a Mercer Amsterdam, voltada para calçados e acessórios artesanais de luxo e sustentáveis, e Vegea, uma empresa especializada em transformar resíduos de produção de vinho em couro. 

Como parte da coleção primavera/verão 2021, o W3RD Wine Pack foi criado com a mistura de vários materiais naturais, malha feita através de garrafas PET e algas. A ideia é garantir peças macias, 100% sustentáveis e recicláveis. 

A linha vai trazer tênis de quatro cores diferentes e cada um deles será vendido por 294 dólares.

Por: REDAÇÃO DELOOX

Forum e artista visual Verena Smit se unem para collab exclusiva

Quinta-feira 16 Julho 2020 / Moda

Forum - Collab Verena Smit (Foto: Divulgação)

Alinhada com o momento de retomada pós pandemia, a Forum convidou a ilustradora e artista visual Verena Smit para sua segunda collab com a marca. Em 2018, a parceria foi um grande sucesso de vendas e desta vez não será diferente. O talento de Verena vai estampar t-shirts e máscaras com palavras de otimismo, força e coragem, inspiradas nas escritas de Mario Quintana e Cora Coralina, que trazem um pouco de resiliência e fé em seus poemas.

Amplamente conhecida nas redes sociais, a artista foi descoberta pela Gucci em 2015, marca com a qual já fez diversas parcerias até hoje. Desde então, colaborou com muitas outras marcas nacionais e internacionais. Durante a quarentena, Verena deu início a mais um trabalho com a Forum ao desenvolver uma série de conteúdos para o instagram e o resultado foi impressionante. Mais de 260 mil pessoas alcançadas e engajamento espontâneo. 

Forum - Collab Verena Smit (Foto: Divulgação)

A nova collab exclusiva, que faz parte da coleção Stay Positive da Forum, dará continuidade a este projeto grandioso que tem como principal objetivo transmitir mensagens de positividade e reflexão coletiva, além de unir forças. Entre as frases estampadas nas t-shirts estão: “A solução está em nós”, “Somos gigantes”, “A mudança é inevitável” e “Nada separa a gente”, que foram formadas a partir de um jogo de palavras, bem característico do trabalho da Verena. 

Cerca de 1.500 máscaras da coleção serão doadas. “Acho que esse é um momento muito importante de conscientização para o lado do consumo também, de você usar algo que faça sentido, que fale com você, que signifique algo. Vestir uma peça com uma mensagem e abraçar uma causa é um posicionamento social e político também. Acredito que a moda que vai para este caminho da reflexão tem muito o que ganhar daqui pra frente”, reforça a artista. 

A coleção estará disponível nas lojas ainda neste mês.

Forum - Collab Verena Smit (Foto: Divulgação)

Leia: Upcycling: Saiba como fazer e onde comprar peças com este conceito

Por: REDAÇÃO DELOOX

Upcycling: Saiba como fazer e onde comprar peças com este conceito

Terça-feira 14 Julho 2020 / Moda

Campanha Tropicycling com Kris Tigre (Foto: Divulgação)

Que tal dar um upgrade nas peças antigas do seu guarda-roupa e sentir conforto ao usá-las novamente? Graças às técnicas de upcycling, atitudes simples e sustentáveis podem dar aquela repaginada no seu visual e sem precisar gastar dinheiro.

Para te deixar por dentro de tudo o que rola neste conceito slow fashion, falamos com quem realmente entende do assunto e separamos algumas dicas de como fazer em casa.

O QUE É?

De acordo com a consultora de moda e estilo Sandra Tollentino, upcycling é "transformar peças sem uso no seu guarda-roupa. Por exemplo, uma calça jeans pode ser transformada em saia ou em jaqueta e ser customizada". Entre as diversas possibilidades, ela revela que uma saia pode virar blusa, camisas sociais podem ser transformadas em vestidos e cápsulas de café podem virar acessórios.

Sandra também comenta que, apesar de sua origem dos anos 90, o conceito vem ganhando força no Brasil há poucos anos. "Os movimentos e mudança de comportamento no consumo da moda acolhem esse processo que reusa, ressignifica, reforma e devolve à sociedade mais do que uma peça. Devolve um compromisso com o futuro, com o meio ambiente, com novos valores e economia circular. Além de permitir que você exerça seu lado criativo, sem regras", diz.

Sandra Tollentino (Foto: Divulgação)

Para a consultora de moda, "o mundo perfeito seria o que não houvesse tanto excesso, principalmente em uma indústria que é considerada a segunda maior poluente do mundo". Ela também menciona como a pandemia nos traz uma lição de como é possível fazer mais com menos: "o consequente isolamento social vem nos mostrando diariamente de que precisamos de pouco. E esse pouco precisa ser durável, precisa ter propósito, respeitar o meio ambiente. A moda upcycling ensina exatamente isso, evitar que mais recursos sejam extraídos da natureza e que a moda pode ser renovada".

COMO FAZER?

Sandra Tollentino contou pra gente - através de um passo-a-passo - como é fácil customizar suas próprias roupas em casa.

Como fazer upcycling?

ONDE ENCONTRAR?

No mês de julho, a designer Erica Rosa vai lançar collab de upcycling chamada Tropicycling, em parceria com o artista plástico Ricardo Pinto. Nessa collab, a dupla aproveitou modelos e tecidos já existentes de coleções e fez com que eles ganhassem cara nova através de pinturas multicoloridas em tinta acrílica. A fundadora da marca que leva seu nome nos contou como surgiu essa ideia.

Erica Rosa (Foto: Divulgação)

"A marca foca no slow fashion e em produção/consumo consciente. Acho fundamental ter essa visão atual. A ideia, na verdade, veio antes mesmo da pandemia e consequentemente da quarentena, que fez com que a produção tivesse uma desaceleração. As vendas online mostraram força e, por isso, resolvemos colocar o projeto em prática. Com clássicos em estoque e sobras de tecidos, o desenvolvimento da Tropicycling foi um caminho muito natural. Sou amiga do Ricardo Pinto e admiro seu trabalho artístico. Foi uma sintonia perfeita", disse a designer.

No mix de peças que compoem a coleção, jaquetas, ternos e macacões em linho fresh, vestidos de seda com golas que lembram Rufos e mangas bufantes bem femininas são alguns dos achados. Para os itens que possuem intervenção artística da pintura, as criações foram feitas em jeans, linho e Neoprene.  

QUAIS MARCAS FAZEM UPCYCLING?

No Brasil

Reformation – Roupas produzidas com tecidos descartáveis de fábricas e reaproveitados de peças vintage (NY e Los Angeles);

Think Blue Upcycled – jeans como protagonista, utiliza matéria prima descartada;

Gabriela Mazepa – garimpa em brechós e transforma para vendê-las. Também cria roupas com tecidos descartados pela indústria têxtil;

Comas São Paulo – resíduo das fábricas têxteis, focada em camisas masculinas; 

Upcyqueen - reconstruindo novas formas de usar a mesma roupa;

Erica Rosa/Ricardo Pinto – roupas de coleções passadas ganharam nova vida com a técnica de upcycling e renovaram as peças com muita cor;

Fora do Brasil

Petit H, do grupo Hermès, que faz upcycling de objetos e até obras de arte. Na faculdade de moda em Londres existe um setor que se dedica ao estudo do conceito de upcycling como o futuro da moda.

Colete Neoprene (Foto: Divulgação)

 * Erica Rosa é designer e diretora-criativa da marca que leva seu nome. Mineira, radicada no RJ, tem atelier na Atlântica, em Copacabana, e faz um trabalho exclusivo com propósito Slow Fashion.

* Sandra Tollentino é mineira radicada no RJ, com formação em Styling, Imagem de Moda e Design em Moda no IED Rio e Styling e Comunicação de Moda IED Florença, além de Fashion Management pelo IBMEC.

Por: REDAÇÃO DELOOX