Anna Clara Tenembaum, curadora do Joia Brasil: evento cresce com busca por projetos autorais. Foto: divulgação

A produção de novos talentos da joalheira brasileira ganha destaque na 18ª edição do Joia Brasil, que pela terceira vez acontece como parte da IDA, a Feira de Design do Rio, apresentada paralelamente à Art Rio. A Marina da Glória passa a abrigar o evento, criado em 2012 pela curadora Anna Clara Tenenbaum, e de quinta (13) a domingo (17), recebe o trabalho de 17 marcas.      

Os estreantes da nova edição são Isla, La Mer Resort Jewelry, Mabo, Milam Studio, Munique Polido, Trio Joias, Yrys Albuquerque, Elisa Kalume, Adriana Valente e Marcelo Novaes. Além de Yara Figueiredo, no time de veteranos estão VOA, Isabella Escudero, JP. Vellaco, Atelier Mourão, Amora by Bruna Torres e Gabi Niskier.

Segundo a curadora, o Joia Brasil tem crescido com o aumento da demanda por projetos autorais. Além de ter aumentado o seu espaço no IDA em 10m², agora conta com 17 joalheiros, três a mais que em 2016. Entre os destaques da edição estão as joias agêneros.

"As peças agêneros demonstram inclusão, reforcando que a joia é para todos", pontua Anna Clara Tenenbaum.

Pulseira agênero do Milan Studio. Foto: divulgação

SERVIÇO

Joia Brasil

IDA -  Feira de Design do Rio

De 14 a 17 de setembro de 2017

Das 13h às 21h

Marina da Glória – Rio de Janeiro

www.joiabrasil.com

Facebook: Joia-Brasil

Instagram: @joiabrasil