Italiano ino. chega ao verão de menu novo

Terça-feira 11 Dezembro 2018 / Alta Gastronomia

Lula grelhada ao molho de queijo pecorino e pimenta do reino: nova entrada do ino., em Botafogo. Foto: Filico

Instalado no endereço que concentra premiados restaurantes do Rio, a rua Conde de Irajá, em Botafogo, o ino. é o representante italiano da vizinhança, com menu contemporâneo assinado pelo chef Marcelo Laskan. Aberto há pouco mais de seis meses, a casa já está com novidades para a temporada, desde entradas até sobremesas.

Entre os pratos que acabam de ser lançados estão duas opções para abrir o percurso. São elas o Gnudi, nhoque de ricota fresca e pecorino, creme de alho poró e farofa de migalha e castanha de caju; e a Lula Cacio e Pepe, grelhada ao molho de queijo pecorino e pimenta do reino. 

Marcelo Laskan comanda o italiano contemporâneo da Conde de Irajá, inaugurado há seis meses. Foto: divulgação

De principal, chegam à mesa stinco di maiale al forno, nhoque dorati na manteiga de trufa e saladinha de agrião da horta; tortellini recheado de abóbora com cogumelos frescos, espinafre e espuma de taleggio; e tortelli recheado com queijo de cabra, comporta de tâmara, aspargos, manteiga de sálvia, limão curado e pinoli torrado. A receita com camarões de pesca sustentável, risoto zafferano, bottarga artesanal e zabaglione de espumante, batizada de Gambero Alla Griglia, complementa a lista.

Por fim, os tradicionais profiteroles se apresentam para adoçar a estação, com recheio de creme cumarú e acompanhados de calda de chocolate e sorvete de chocolate. Ravióli de banana com frutas vermelhas e sorvete de nata; e sopa de manga com sorbet de coco e coco crocante encerram a seleção.

Stinco di maiale af forno chega à mesa como principal. Foto: Filico

Por: REDAÇÃO DELOOX

Steve Jobs tem a assinatura mais valiosa do mundo. Entenda!

Segunda-feira 10 Dezembro 2018 / Comportamento

Steve Jobs era avesso a dar autógrafos, um dos motivos que impulsionam o valor de mercado de sua assinatura. Foto: divulgação

Steve Jobs, o fundador da Apple, sempre foi conhecido por sua resistência a dar autógrafos aos fãs. Ele costumava justificar sua atitude dizendo que a companhia era resultado de um trabalho de equipe. Sua relutância é um dos motivos que colaboram para a assinatura de Jobs ser considerada a mais valiosa do mundo, segundo um guia que acompanha os valores dos autógrafos mais disputados.

A Paul Fraser Collectibles, do Reino Unido, estima, em seu Índice de Autógrafos 2018, que o de Jobs vale mais de US$ 50 mil, tornando-se o número 1 do ranking. Vale mais que o de qualquer integrante vivo ou morto dos Beatles e ainda mais caro que o de Stephen Hawking, morto em março deste ano.      

"Steve Jobs e as assinaturas de Stephen Hawking são incrivelmente raras", escreveu Daniel Wade, da PFC.

O executivo explica o cenário atual do mercado no segmento. 

"Durante anos, os baby boomers dirigiram os preços dos autógrafos. Agora, estamos começando a ver a influência das crianças dos anos 80 e 90. Eles são os que cresceram com Kurt Cobain em sua parede, que se lembram de quando JK Rowling publicou o primeiro livro de Harry Potter e que assistiram Steve Jobs revelar o iPod original em 2001. Eles são agora adultos assalariados, começando a ficar com saudades de sua juventude e a querer ter um pedaço dela", complementa Wade.

Autógrafo do fundador da Apple: sempre em letras minúsculas. Foto: divulgação

O autógrafo de Jobs, geralmente visto todo em letras minúsculas, foi a assinatura com melhor desempenho nos 18 anos de publicação do Índice. Teve seu valor aumentado em mais de 27% desde 2000 e 14% no último ano, segundo o índice.

Um livro assinado por Hawking vale mais de US$ 38 mil, segundo o índice. Assinaturas de James Dean, Bruce Lee e Marilyn Monroe no ano passado ficaram em metade desse valor.

O autógrafo mais valioso entre os vivos é o do músico Paul McCartney, também conhecido por ser avesso à prática. Está avaliado em US$ 3.700.

Por: REDAÇÃO DELOOX

A.Niemeyer propõe Réveillon com ares do sertão

Segunda-feira 10 Dezembro 2018 / Moda

Coleção da A.Niemeyer para o fim do ano. Foto: divulgação

A label paulistana A.Niemeyer foi até o sertão recolher inspirações para sua coleção do verão 2019, que acaba de ganhar uma cápsula de Réveillon. Leveza e fluidez dão das cartas na época mais festiva do ano, numa seleção de vestidos, shorts, saias e tops. 

As cores predominantes são branco, amarelo, azul e marrom. Os bordados com fios de corda natural, no espírito artesanal nordestino, também emprestam seu tom às peças. As novidades já chegaram às lojas da marca, como a recém-inaugurada Flagship nos Jardins, em São Paulo, e ao e-commerce do Shop2Gether.

Coleção da A.Niemeyer para o fim do ano. Foto: divulgação

Coleção da A.Niemeyer para o fim do ano. Foto: divulgação

Coleção da A.Niemeyer para o fim do ano. Foto: divulgação

Por: REDAÇÃO DELOOX

Exposição de artista português é aberta nas Paineiras

Segunda-feira 10 Dezembro 2018 / Eventos

A exposição intitulada “Cristo Rei – Cristo Redentor e A Cruz”, do artista português José Jorge, abriu na sexta (7), no Centro de Visitantes Paineiras. A mostra apresenta 12 quadros em tinta acrílica e técnica mista sobre madeira, tendo alguns dos quadros grandes dimensões.

Veja nas fotos de Cristina Granato.

José Jorge

Claudine Miliane, Ângela Costa e Jorge Matos

Alexandre Pinhal e Marcia Batista

Claudine Miliane e Kika Bastos

Maurício Aires, Flávia Tenório e Rogério Alves

Por: REDAÇÃO DELOOX

Livro 'Pele' é lançado no Leblon

Segunda-feira 10 Dezembro 2018 / Eventos

No sábado (8), o fotógrafo Brunno Rangel e o diretor criativo Marcelo Feitosa lançaram o livro "Pele", no Espaço Alhma, no Leblon. 

Veja nas fotos de Bruno Ryfer.

Marcelo Feitosa, Marilia Moreno, Xuxa Meneghel e Brunno Rangel

Bruno Alvarado, Ygor Gabry e Lucas Frota

Darke Bhering, Laura Martins e Carol Alves

Fabi Kherlakian e Ale Duprat

Andre Carvalhal

Sergio Mattos

Brunno Rangel, Agatha Moreira, Sidney Sampaio e Marcelo Feitosa

Por: REDAÇÃO DELOOX